NOTA: SISPEP CRITICA FIM DO HOME OFFICE SEM CRITÉRIOS

A Federação dos Sindicatos dos Servidores Público do Estado de SP (Fess-Esp) critica a iniciativa do governador João Doria (PSDB), que determinou o fim do home office, com retorno ao trabalho presencial de todos os servidores públicos do Estado de São Paulo. A medida vale para funcionários da administração pública direta e autárquica.

Os funcionários públicos estavam trabalhando em esquema de home office desde 15 de março de 2020 por causa da pandemia da Covid-19. Devem retomar ao trabalho os funcionários que estejam em boas condições de saúde.

Lineu Neves Mazano, presidente da Fessp-Esp, critica a forma como está sendo feito o retorno desses profissionais. “Muita gente faz parte do grupo de risco e grande parte dos trabalhadores ainda não está totalmente imunizada. Por isso, o correto é retornar de forma gradativa, analisando cada caso”.

Para manter a segurança dos trabalhadores, Mazano propõe retorno escalonado, com a capacidade reduzida e sem salas de aula lotadas. “Precisamos voltar ao trabalho, mas com segurança. Da forma equivocada como está sendo feito o retorno,  o governo coloca a vida dessas pessoas em risco. Não podemos aceitar isso”, reforça Mazano.

Orientação – Em caso de dúvidas ou irregularidades, a Fessp-Esp orienta que o associado procure o Departamento Jurídico do seu Sindicato. “Nossos Sindicatos estão de portas abertas para esclarecer as dúvidas e sempre defender os direitos dos associados. Defenda seus direitos”, afirma Lineu Mazano.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *