Frente repudia exclusão do deputado Giannazi da Comissão de Educação da Alesp

A Fessp-Esp participou na manhã desta segunda-feira (17) de reunião semanal da Frente Paulista em Defesa do Serviço Público, com o objetivo de definir as próximas ações da entidade.

Durante o encontro, foi reforçada a importância de todos integrantes participarem das atividades do calendário apoiado pela Frente, inclusive dos twitaços promovidos tradicionalmente às segundas, das 14h às 15h, pela aprovação do PDL 22, que acaba com o confisco das aposentadorias.

Os sindicalistas criticaram a exclusão do deputado estadual Carlos Giannazi (Psol), da Comissão de Educação da Assembleia Legislativa. Os membros da Frente se manifestaram e criticaram a política excludente do presidente da Alesp e aprovaram uma nota de repúdio contra essa atitude.

“É um reconhecimento pelo trabalho do deputado Giannazi e respeito com todos os trabalhadores, em especial dos servidores públicos. Ele que é um professor e membro da nossa categoria, pode contar com nosso apoio. Estamos juntos e de cabeça erguida”. Afirma o presidente da Fessp-esp.

Presente na reunião, o deputado explicou o jogo político do presidente da Alesp, Carlão Pignatari, que culminou com sua retirada de todas as comissões. “É mais pelo simbolismo do que pela questão prática. Porque vou continuar acompanhando e participando de todos os debates da Comissão, Por enquanto vamos continuar pressionando e denunciando. Agradeço ao apoio de todos vocês”.

Nota – A Fessp-Esp lançou Nota de Repúdio que será encaminhada à Alesp. Clique aqui e confira.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *