Amanhã tem apagão em protesto contra as privatizações

A Frente Paulista em Defesa do Serviço Público, composta por entidades representativas dos funcionários públicos de São Paulo, federações, confederações, centrais e movimentos, esteve reunida pela Plataforma Zoom, teve a presença de mais de 50 Entidades, com o deputado Carlos Giannazi e o Vereador Celso Giannazi, aprovou os seguintes itens:

1️⃣ Apagão no Serviço Público-
Dia 26/8-quarta:
– Em apoio as Greves Sanitárias dos Judiciários Federal e Estadual, contra o trabalho presencial nesse momento; e
– Contra o PL 529/20 que propõe o aumento na contribuição dos funcionários para o IAMSPE e a Extinção de 10 Fundações e Autarquias que prestam serviços públicos fundamentais, e poderá demitir cerca de 5 600 funcionários.
– O Apagão no Serviço Público, será com a paralisação dos trabalhos remotos e presenciais durante todo o dia 26.

2️⃣ Carreata com buzinaço em volta da Alesp dia 26, às 13h
– Recepcionar os deputados presencialmente na entrada da garagem com caixa de som, panfletos e faixas,
Esclarecer e cobrar dos deputados para rejeitarem o PL 529/2020;

3️⃣ Twitaço dia 26, das 13h às 15h, com a Hashtag #NãoAoPL529

4️⃣ Pressão em todas as câmaras municipais e prefeituras fazerem moções contra o PL 529/2020;

5️⃣Pressão por email aos deputados e líderes partidários contra o Projeto;

6️⃣ Carta Aberta da Frente Paulista que será divulgada nas redes e repassada via boletim em estações do metrô.

7️⃣ Moção/Manifesto de apoio à Greve dos Correios

8️⃣ Moção aos senadores para aprovação do Fundeb urgente e sem modificações ao Projeto aprovado na Câmara;

9️⃣ Abaixo assinado da Frente contra o PL 529/20.

🔟 Convidar mais Centrais Sindicais, entidades e movimentos sociais para participarem da próxima reunião da Frente-
Dia 31/08, segunda às 10h.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *