1º de Maio unificado contra a reforma da Previdência

Os presidentes das centrais sindicais vão visitar, na terça-feira (30), às 15 horas, no Vale do Anhangabaú, região central de São Paulo, o palco onde vai ser realizado o evento do 1º de Maio unificado.
O ato, que será realizado pela 1ª vez na história em ampla unidade, com todas as centrais sindicais juntas, vai ocorrer na quarta-feira (1º), das 10 horas às 20 horas, e tem como lema: “Em Defesa dos Direitos dos Trabalhadores e das Trabalhadoras – Contra o Fim da Aposentadoria por mais Empregos e Salários Decentes”.

Além do ato político previsto para acontecer a partir das 11 horas, o público presente vai poder conferir apresentações artísticas e culturais. Confirmaram presença no 1º de Maio unificado, entre outros artistas da música popular brasileira, Ludmila, Roberta Miranda, Maria Cecília & Rodolfo, Felipe Araújo, Yasmim Santos, Guilherme Santiago e Leci Brandão. O 1º de Maio de 2019 tem o apoio da Rádio Top FM, Rede Brasil Atual e TVT.

Significado do 1º de Maio

O 1º de Maio é o Dia do Trabalhador, data que tem origem a 1ª manifestação de 500 mil trabalhadores nas ruas de Chicago, e numa greve geral em todos os Estados Unidos, em 1886.

Três anos depois, em 1891, o Congresso Operário Internacional convocou, na França, manifestação anual, em homenagem às lutas sindicais de Chicago. A 1ª acabou com 10 mortos, em consequência da intervenção policial.

Foram os fatos históricos que transformaram o 1º de Maio no Dia do Trabalhador. Até 1886, os trabalhadores jamais pensaram exigir os seus direitos, apenas trabalhavam.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *