FST: Confederações aprovam documento aos presidenciáveis

O Fórum Sindical dos Trabalhadores (FST), integrado por 22 confederações nacionais laborais, promoveu, nesta quinta-feira (30/08), na sede da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação e Cultura (CNTEEC), em Brasília, o ENCONTRO NACIONAL–DIALOGAR PARA RETOMAR O TRABALHO E O EMPREGO, ocasião em que foi aprovado um documento contendo reivindicações dos trabalhadores e do sistema confederativo aos candidatos presidenciáveis e demais postulantes aos cargos do Congresso Nacional – Senado e Câmara.

O evento contou com a participação de dezenas de lideranças e dirigentes de confederações, federações e sindicatos e foi marcado por duras críticas à situação de desemprego vivida atualmente pelos trabalhadores e “reforma” trabalhista do governo Temer pela supressão de direitos sociais, a precarização dos contratos e o desmonte das organizações sindicais.

O coordenador nacional do FST, Oswaldo Augusto de Barros, presidente da CNTEEC, fez um diagnóstico da situação “trágica” que atinge os trabalhadores e o movimento sindical e conclamou a todos a participar do movimento pela renovação política.

O documento aprovado pelo FST durante seu encontro nacional destaca, entre outros pontos, a imediata necessidade de criação de frentes de trabalho para a retomada do crescimento e a geração de emprego e renda, a revogação da “reforma” trabalhista aprovada no governo Temer, a defesa das aposentadorias, a supressão da PEC de controle de gastos, o aumento dos investimentos em áreas essenciais como saúde, educação e segurança pública, e o fortalecimento da Previdência Social e do Sistema Sindical Confederativo.

Marcaram presença no evento representantes da indústria, turismo e hospitalidade, bancários, construção civil e mobiliário, servidores públicos, professores e educadores em geral, profissionais da saúde, metalúrgicos, indústria da alimentação e trabalhadores em transportes terrestres. Rafael Guerra, representante da União dos Trabalhadores Metalúrgicos dos Estados Unidos, presente ao encontro, colocou a entidade à disposição para as lutas comuns dos trabalhadores brasileiros.

Os dirigentes sindicais pretendem nos próximos dias entregar pessoalmente o documento aos principais candidatos à Presidência da República.

Fonte: Comunicação FST

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *